VIAJAR NA VELOCIDADE DA LUZ? TE APRESENTO ALICE!! - ArgosUS
VIAJAR NA VELOCIDADE DA LUZ? TE APRESENTO ALICE!! - ArgosUS

VIAJAR NA VELOCIDADE DA LUZ? TE APRESENTO ALICE!!

0 comments 0 comentarios 0 comentários

Conheça Alice, o avião movido a bateria que poderia ser o precursor da era da viagem aérea elétrica.

Escrito por Elaine Thelen, Escritora, formação de conteúdo

 

A cada minuto, 84 vôos decolam no mundo todo. Ano passado,  mais de 4 bilhões de viagens foram feitas por avião.

As viagens aéreas sustentam o comércio, o turismo e o crescimento econômico, mas também contribuem para as mudanças climáticas.

E o que acha de pegar um avião elétrico? Te apresento Alice – um protótipo revelado no Paris Air Show deste ano. Aviões como este poderiam ser o futuro dos voos de curta distância.

 

 

Desenvolvido pela empresa israelense Eviation, o avião poderá carregar nove passageiros por até 1,046 km.

A aeronave tem um propulsor principal na hélice e um em cada asa. Eviation diz que a mudança para a eletricidade pode reduzir significativamente os custos operacionais, eliminando a emissão de gases do efeito estufa.

Compromisso climático

É calculado que a indústria da aviação contribui com cerca de 2% das emissões globais. O setor diz que está tentando combater o impacto ambiental com novas tecnologias, aumento da eficiência e combustíveis sustentáveis.

A IATA se comprometeu em reduzir a emissão de CO2 das viagens aéreas para metade dos níveis de 2005 até 2050.

 

 

A Eviation quer tornar a aviação elétrica uma proposta viável, mas a tecnologia atualmente tem limitações. Embora o alcance de voo de aeronaves como Alice os torne viáveis para uso em rotas de curta distância, esse não é o caso para viagens de longa distância..

Cerca de 80% das emissões de CO2 vem de vôos com mais de 1,500km (932 milhas), de acordo com Grupo de Ação de Transporte Aéreo.

 

 

Os desafios de vôos elétricos estão na agenda dos principais fabricantes. Boeing lançou um protótipo no início desse ano, e ano passado Airbus, Siemens and Rolls-Royce revelaram um projeto para desenvolver um sistema híbrido-elétrico de propulsão.

Enquanto isso, a companhia regional aérea Cape Air já expressou interesse em Alice, dizendo que vai fazer pedidos em quantidade na casa de “dois dígitos” para operar algumas de suas rotas curtas. A aeronave é esperada estar em vôo em 2022.

 

FONTE: The World Economic Forum

Share this:

Leave a Comment

Your email address will not be published.