TARIFA PARA PRODUTOS DA CHINA - ARGOSUS
TARIFA PARA PRODUTOS DA CHINA - ARGOSUS

TARIFA PARA PRODUTOS DA CHINA

0 comments 0 comentarios 0 comentários

 

Tarifas para produtos da China – e agora?

 

Não há perspectiva para o fim das tensões entre os EUA e a China: os últimos acontecimentos mostram que nem Trump nem o presidente chinês Xi Jinping estão dispostos a recuar:

“Os EUA começarão, em 1º de setembro, a colocar uma pequena tarifa adicional de 10% sobre os 300 bilhões de dólares restantes de produtos e mercadorias vindos da China para o nosso país”, disse Trump em um tweet em 1º de agosto de 2019.

Muitos fabricantes e seus parceiros da cadeia de suprimentos enfrentam a pergunta “E agora?”, tendo que “trocar a turbina de um avião em vôo”.

Então o que você deveria fazer? Muitas discussões e considerações estão sendo analisadas em todo o país.

 

Algumas medidas que as empresas podem tomar agora para minimizar quaisquer efeitos negativos das tarifas comerciais da China mais tarde:

 

  1. Comece com o cenário Macro

Antes de fazer qualquer alteração, analise os dados de importação do sistema Automated Commercial Environment (ACE). Em seguida, observe o cronograma de tarifas harmonizadas (HTS): nem todos os produtos enviados da China necessariamente se originam de lá.

 

  1. Encontre alternativas para seus atuais parceiros da cadeia de suprimentos

A maioria das empresas tende a não reconfigurar sua cadeia de suprimentos: é uma tarefa desafiadora, principalmente quando já tem um bom desempenho e um ritmo consistente com seu parceiro atual. No entanto, “tempos drásticos exigem medidas drásticas”, principalmente se não há perspectiva para que esse impasse termine.

 

 

  1. Repense a tecnologia no design e no desenvolvimento de seus produtos

Alterar fornecedores e locais não é a única solução. Também é possível “parar de precisar” de algo que você só pode obter da China: esse pode ser um bom momento para reformular e repensar toda a sua cadeia de suprimentos e considerar componentes alternativos, mantendo a qualidade do produto. Como as tarifas certamente afetarão as tecnologias emergentes, como a inteligência artificial, as empresas precisam decidir quais inovações desejam priorizar.

 

ARGOS GLOBAL PARTNER SERVICES – COMO PODEMOS AJUDAR?

 

A Argos Global Partner Services pode ajudar sua empresa a encontrar alternativas excelentes: de parceiros domésticos a parceiros menores, garantiremos que eles se encaixem bem em termos de cumprimento de prazos de produção, garantindo medidas de controle de qualidade e comunicação atualizada.

Embora as novas tarifas possam estar forçando as empresas em novas direções, a diversificação das cadeias de fornecimento é vantajosa para as empresas globais, independentemente do clima comercial, pois permite que elas sejam manobradas estrategicamente no mercado global.

Isso, por sua vez, pode proporcionar proteção significativa a suas cadeias de suprimentos contra os efeitos de desastres naturais, turbulências geopolíticas e turbulências econômicas.

As empresas norte-americanas de bens de consumo que atualmente estão tentando se afastar das instalações de manufatura da China têm opções viáveis.

Afinal, alguns dos desafios resultantes das tarifas chinesas podem se traduzir em vantagens competitivas para as empresas americanas.

 

 

Fonte:

http://www.supplychain247.com/article/us_china_tariffs_consider_changing_your_supply_chain

https://www.china-briefing.com/news/the-us-china-trade-war-a-timeline/

Share this:

Leave a Comment

Your email address will not be published.