A ASCENSÃO DOS ROBÔS COLABORATIVOS - ARGOSUS
A ASCENSÃO DOS ROBÔS COLABORATIVOS - ARGOSUS

A ASCENSÃO DOS ROBÔS COLABORATIVOS

EL SURGIMIENTO DE ROBOTS COLABORATIVOS
0 comments 0 comentarios 0 comentários

A ascensão dos robôs colaborativos

 

Como a  quarta revolução industrial, conhecida por alguns como Indústria 4.0, continua a transformar a cadeia de suprimentos, as empresas devem ter como objetivo aumentar a produtividade e melhorar a utilização da produtividade, integrando robôs e automação, sem negligenciar deliberadamente os funcionários.

 

Os pesquisadores do MIT descobriram que as equipes que combinam robôs e humanos eram 85% mais produtivas do que sozinhas. Isso enfatiza a importância de facilitar a cooperação entre funcionários e robôs. Os robôs colaborativos – denominados ‘Cobots’ – estão sendo desenvolvidos, projetados para ajudar os seres humanos, que são seguros, flexíveis e facilmente programados por funcionários humanos.

 

A ameaça de robôs tornarem a força de trabalho humana redundante ganhou muita publicidade; no entanto, alguns desenvolvedores afirmam (com ou sem razão) que os robôs serão usados ​​para auxiliar tarefas repetitivas ou perigosas demais para os seres humanos. A realocação dessas tarefas para robôs oferece aos funcionários industriais humanos a oportunidade de treinar e aperfeiçoar. Isso aborda simultaneamente a escassez de habilidades de engenharia digital causada pela falta de envolvimento sistemático entre educação e indústria, além de capacitar os funcionários.

 

 

Amazon e Cobots

 

A Amazon é pioneira no uso de robôs em armazéns para ajudar no atendimento de pedidos e em prazos de entrega mais rápidos.  Os Cobots levam prateleiras de produtos para os operadores de armazém da Amazon para preparação do envio e transporte, reduzindo o tempo do pedido de 1 hora para 15 minutos. Os funcionários usam um colete de tecnologia robótica que envia um sinal para os robôs no armazém, para que possam circular com segurança pelo prédio. O colete usa inteligência artificial e sensores para traçar um caminho de acesso ao redor do usuário, de modo que os cobots desaceleram automaticamente e atualizam sua rota para evitar humanos. A Amazon desenvolveu o colete em resposta aos temores sobre a segurança da robótica, facilitando a colaboração humano-cobot para aumentar a eficiência, reduzir defeitos, baixar preços e melhorar a segurança geral do local de trabalho. Além disso, a Amazon está financiando funcionários para estudar robótica, mostrando um claro compromisso com a cooperação humano-cobot.

 

 

Cobots na Mercedes-Benz

 

A Mercedes-Benz recentemente substituiu robôs por humanos em algumas linhas de produção; no entanto, para seu desespero, continuaram alegando que as máquinas robóticas não eram ágeis o suficiente para produtos personalizados. Em comparação, os humanos podem “reprogramar” imediatamente e são muito mais flexíveis.

A empresa decidiu deixar de tentar maximizar a automação, com as pessoas desempenhando um papel maior nos processos industriais novamente. A Mercedes-Benz descobriu que a cooperação humano-robô, como uma pessoa que orienta um robô parcialmente automático, resulta em melhor flexibilidade e capacidade de produzir uma variedade de produtos em uma linha de produção. Isso indica que a simples substituição de funcionários humanos por robôs é ineficaz; é mais produtivo nutrir uma dinâmica bem-sucedida do cobot-humano.

 

Prevê-se que o surgimento da Indústria 4.0 desencadeie uma mudança no objetivo dos funcionários industriais, de uma função manual e trabalhosa para a programação e pilotagem de robôs. Para garantir que a transição seja coesa, os gerentes devem ser transparentes e dispostos a aprimorar sua força de trabalho. As empresas que projetam o fluxo de trabalho para aproveitar os melhores atributos de humanos e robôs se beneficiarão do aumento da eficiência e da redução de custos.

 

Fonte:The Supply Chain Consulting Group

Share this:

Leave a Comment

Your email address will not be published.

COVID-19 GUIDANCE

 Subject: To all visitors, drivers and transportation companies 

The purpose of the communication below is to align with our associates, to practice safe social distancing, and to comply with the COVID-19 guidelines within ARGOSUS. 

As an action to prevent dissemination of the COVID-19, ARGOSUS has decided to work in reduced hours as informed in one of our previous notifications; please read carefully the information below according to your location guidelines: 

Headquarter (Key Biscayne, FL): 

• To maintain 6’ social distancing, employees are not allowed to use the common living areas and work scales will be implemented. Visitors are not allowed. 

Distribution Center (Frankfort, KY): 

• If you need to proceed with a shipment or pick up, please get in touch with your customer service contact to schedule a time. 

• All drivers will always be required to wear a mask at all times within our site and will have limited access. 

• No one is allowed past the receiving and shipping area. 

• No one is allowed to use the common living areas. 

When ARGOSUS returns to full production the below safety precautions will be put into place for our associates, drivers and suppliers’ safety. 

Thank you for your support in keeping everybody safe during these unfortunate times. Our goal is always to keep everyone safe and healthy.